Templários

A Ordem do Templo de uma perspectiva histórica.

quarta-feira, abril 06, 2005


Huges de Payns esta figura de tão essencial para a nova Ordem. Nasceu segundo se pensa em Payns a cerca de um quilómetro de Troyes por volta de 1080, no seio de uma família nobre aparentada com os condes da Champagne. Esta suposição tem como base o facto de a sua assinatura figurar em dois registros importantes do Condado. Assim como o facto de que este Huges ser primo de São Bernardo pelo lado materno. Facto que explica a ligação que existiu pelo menos no principio da Ordem à região da Champagne e a São Bernardo. Laços de sangue que durante o período medieval eram tão importantes teriam ajudado Huges de Payns, quando começou o recrutamento na sua Ordem, a ser tão largamente bem recebido na Champagne.
No entanto apresento outras tentativas que devem ser consideradas apesar do pouco estudo que existe sobre as mesmas.
Outra hipótese seria que existiria a ligação a Nápoles e o seu nome seria não Huges de Payns mas sim Hugo de Pinos e que um manuscrito do sec:. XVIII conservado na Biblioteca Nacional de Madrid poderia dar essa informação. Até hoje esse mesmo documento não foi encontrado.
A outra hipótese seria a de que Huges era proveniente de Ardèche onde em 1897 foi encontrado uma certidão de nascimento com o seu nome e a Biblioteca Municipal de Carpentras ainda conserva nos arquivos um manuscrito que numa doação, o seu nome Hugues de Payns é referido como originário de Viviers que é em Ardèche.
 Posted by Hello

2 Comments:

At 11:53 da manhã, Blogger Herodoto said...

antes de mais queria felecitá-lo por ter visitado o nosso blog, espero que não seja a primeira e ultima vez....

Da minha parte irei acompanhar atentamente este blog, já que os templarios é um assunto que muito interessa, e o seu estudo continua envolto em muito mistério....

Queria só acrescentar só mais uma informação sobre o fundador da ordem de acordo com a algumas obras revenetes outras nem por isso, as suas origens continuam envoltas em mistério...mas alguns atribuem as suas origens há extinta familia Merovingia, que supostamente estaria ligada por lanços de sangue á familia de jesus.

Claro que isto são tudo meras suposições. Mas estes dados são referidos á bastantes anos e mais recentemente no "Código de Da Vinci" e no "Sangue de Cristo e o Santo Graal"

 
At 12:08 da tarde, Blogger Templar said...

Obrigado pelo comentário.
No entanto como estudante de Arqueologia e estando como estou ligado á história não poderia pôr no post essa ligação ou semelhantes já seria uma esoterização.
Uma vez que mesmo que fossem verdade seria de todo impossível de confirmar; a menos que houvesse toda uma geonologia dada por fontes do Antigo Império Romano e uma continuação medieval facto que até agora não existe.
No entanto tambem é para isso que os comentários servem, para levantar questões.

 

Enviar um comentário

<< Home